8 DICAS BÁSICAS DE CUIDADO COM NARGUILÉ!

Este é um guia rápido para quem está começando agora e quer preservar ao máximo seu narguilé, mas também serve para os narguileiros de longa data. Iremos abordar 8 dicas básicas e super simples de como manter os cuidados com o seu narguilé, hábitos de higiene que fazem a diferença e mantém a vida útil de todas as demais peças.


1 - Lave e seque muito bem todas as peças do seu narguilé sempre que utilizar. Isso evita cheiro e gosto residuais, além de prevenir que as peças oxidem.


2 - Utilize apenas água e sabão neutro quando for higienizar. Nunca coloque limão, desinfetante, cloro ou qualquer outro tipo de substância para não danificar o narguilé.


3 - Evitem lavar os roshs com produtos químicos. Eles absorvem parte de toxinas que podem ser liberadas durante a sessão. Se tiver crostas, deixe de molho em água morna e use a parte áspera da bucha para lavar.


4 - Sempre usem tapetes para seu vaso. Como há uma diferença de temperatura entre a fumaça quente e o chão gelado, o vidro do vaso pode acabar trincando pelo choque térmico. Caso não tenha um tapete no momento, improvise com um pano velho, mas evite de deixar com o contato direto.


5 - As mangueiras de plástico foram feitas para serem descartáveis. Reutilizar elas sem lavar adequadamente podem causar problemas por proliferação de fungos entre as dobras da mangueira. Use mangueiras antichamas, ou certifique-se de sempre manter a higiene das mangueiras descartáveis em dia.


6 - Evite deixar os carvões sobre o rosh após finalizar a sessão. Quanto mais tempo os carvões ficam sobre a essência, mais eles a ressecam. Tirar os carvões após terminar de fumar, evitam que criem crostas na borda do rosh.


7 - Evite dar choque térmico nas peças do narguilé. Os vasos de vidro trincam, e por mais que os roshs de barro e cerâmica aguentem choques térmicos, a vida útil do rosh cai consideravelmente, principalmente dos roshs esmaltados, que craquelam com o tempo. Se precisar lavar logo em seguida, utilize sempre água morna.


8 - Existem estudos sérios que mostram que a água do vaso tem um grande poder de filtração de substâncias tóxicas da fumaça do narguilé.

Porém, essa força de retenção de toxinas cai aproximadamente 3 vezes se a água é reutilizada para uma segunda sessão. Sabemos que nem sempre é possível trocar de água ao final de cada rosh, mas sempre puder, troque! Isso faz MUITA diferença.


Para quem ficou curioso, deixo aqui a fonte do artigo científico que explica sobre mais sobre:


Ashraf E. M. Khater , S. Al- Horr, M. Amr e Kamal Chaouachi.

Uranium Concentration and Elemental Characterization of Moassel Smoking Mixture. Journal of Radiation and Nuclear Applications. Pág. 11, 2019.

Ashraf - Uranium Concetration
.pdf
Download PDF • 974KB



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo